O Poderoso chefão e o Poker #6

Mais uma da série de ensinamentos que só o Poderoso Chefão nos proporciona….

“Just when I thought I was out…they pull me back in.”

Quando eu pensei que estava fora, puft, eles me colocaram no jogo… se tem um lugar que essa frase se aplica é no Poker, quem não lembra da célebre frase “one chip, one chair” ?!

Por mais que esteja short stack, continue focado, não desanime, busque a hora certa para ir all in, entenda quem ainda pode foldar para você e quem vai te pagar com any2, mas não desista e explore essas características. Só tome cuidado para não ficar short demais e perder por completo a fold equity!

O Poderoso Chefão e o Poker #5

Johnny Fontane, afilhado do Vito Corleone vai contar que não conseguia um papel e começa a chorar… bom, lá veio o primeiro tapa e um “haja feito homem!!!”. Não, não vamos esbofetear aquele amigo que está contando parada no break do torneio.

Antigamente falava-se que Poker era um jogo de cavalheiros, hoje em dia também de senhoritas, então nada de dar piti na mesa ou fora dela. Você já viu um profissional, em alguma fase do torneio levantando e gritando feito um maluco pelas suas cartas ?! Provavelmente não. Escolhemos jogar poker, manter a postura e deixar o ambiente agradável é o mínimo.

O ditado que quem não chora não mama é meio verdade, mas não adianta chorar no break, a broca do parceiro não vai deixar de bater.

Outro reflexo de se conter, é que você economiza energia, lembre-se que um torneio é uma maratona, se desde o começo você já está lá se escabelando, depois de horas vai faltar energia para raciocinar.

 

 

O Poderoso Chefão e o Poker #4

“Homens realmente grandes, não nascem grandes, tornam-se grandes. ”

Essa é uma das frases que eu mais gosto, todos nós temos nossos ídolos, aquelas pessoas que nos inspiramos e por eles já estarem em um patamar alto, esquecemos que eles passaram por toda uma trajetória antes do sucesso.

Negreanu antes dos seus braceletes, além de garoto problema na escola, na primeira viagem a Vegas quebrou e teve que voltar para casa, trabalhou mais como dealer e tentou novamente e conseguiu. Ivey, se dedicou desde pequeno, chegou a ter identidade falsa para jogar em casinos e muitas vezes dormiu na rua para não precisar voltar para casa e economizar.

O mesmo vale para nós, se quisermos chegar a algum lugar, teremos que ter esforço, sacrifício, trabalho… e principalmente no poker, a cada queda levantar novamente ou nos torneios, se registrar em outro!

O Poderoso Chefão e o Poker #3

Mais uma do filme O Poderoso Chefão!

“Never hate your enemies. It affects your judgment.”
“Nunca odeie seus inimigos. Isso afeta seu raciocínio”

Lembra da frase que só lembra quem apanha ?!

Isso está diretamente relacionado ao TILT e não é só de você perder uma mão e se irritar com aquele pessoa, vai além, é muito comum um jogador após perder um pote grande para outro, transformar aquele em alvo, ficar caçando mão a mão o outro em busca das fichas perdidas.

Você esta em uma mesa com outras 8 pessoas, por que transformar aquele um em alvo?! Você vai desviar tanto do padrão ideal de jogo que vai acabar fazendo mais jogadas erradas ainda. O próprio jogador alvo e a mesa, se notarem e se adaptarem à perseguição vão conseguir ganhar fichas fáceis!

O Poderoso Chefão e o Poker #2

Separei mais um trecho do Poderoso chefão que dá para fazer um paralelo com o Poker!

“Nunca deixe os outros saberem o que você está pensando”

Em uma reunião que quase custou o vida da família Corleone, Sonny, acaba falando demais e dá a entender a sua opinião.

Na mesa de Poker não é muito diferente, explicar seu raciocínio, comentar o por que e o que pensava durante uma mão, apesar de poder justificar a sua atitude só irá fazer os outros entenderem melhor como você pensa, você não precisa explicar nada, muito menos dar coaching gratuito na mesa, só quem está palestrando tem a perder com isso!

E isso também se aplica ao online, quem está jogando muitas mesas não tem tempo para conversar, regulares amigos quando se encontram, o papo raramente passa de um “gl gl”, note quem está mais preocupado em reclamar e falar na mesa do que em jogar!

 

 

Poderoso Chefão e o Poker #1

“I´m gonna make him an offer he can´t refuse – Eu vou fazer uma proposta que ele não poderá recusar”

Desde o começo da mão, o que está acontecendo é uma negociação, um falando que quer comprar o pote, outro aumentando o valor do pote, alguns desistindo e assim cria-se a dinâmica de uma mão. Quando for apostar, pense a razão de estar apostando, se for por valor, faça uma proposta irrecusável, ou seja, um valor que para aquela pessoa será um call tranquilo.

Pode ser contra alguns adversários apostar baixo e contra outros apostar até mais que o pote por que na cabeça dele você está “tentando comprar o pote”. Quando for blefar, a lógica também vale, ele tem que acreditar que o fold é a decisão correta, tanto uma aposta muito baixa quanto uma muito alta podem representar muito valor e fazer o adversário desistir.