E se dermos adeus para o HUD?

Rush-Poker-HUD1

Esse é mais um post de reflexão sobre a permissão ou nao do uso do HUD que voltou com tudo nos últimos dias.

Primeiramente o HUD, heads up display, são aquelas estatísticas que aparece nas tela, geradas a partir de softwares como PokerTracker e HoldemManager, que importa as mãos que estavam em formato .txt e transformam nas mais diversas estatísticas. Esses programas usam como base somente as mãos importadas.

Quando o PokerStars anunciou algumas alterações nas políticas de Softwares somente disse que em breve teria mais alterações mas não foi específica com o que seria, obviamente algumas especulações aconteceram e voltaram com tudo quando foi anunciado a mudança no sistema de recompensas, o foco não era o HUD mas algumas coisas fizeram o foco ir todo para lá.

A primeira suspeita foi quando questionaram o Daniel Negreanu sobre as alterações e ele deu uma resposta que seria sobre o banimento do HUD, perguntaram uma coisa e ele respondeu sobre outra, talvez o que ele esperasse que fosse as alterações, só depois o foco dele virou para o rewards. No blog onde foi noticiado sobre o Rewards também falaram sobre os programas:

“(…) nós estamos no caminho para eliminar muitas das vantagens tecnológicas que são usadas por uma minoria dos jogadores.”

Juntou uma coisa com outra e deu no que deu, já tem tópico gigantes no Two Plus Two então, vamos pensar no que aconteceria sem o HUD.

Como disse lá no começo, o HUD lê e transforma em estatística somente aquelas mãos importadas, ele não pega mãos do além, a informação que temos somos aquelas que estávamos na mesa.

Como você usa e interage com essas estatísticas são habilidades somente suas, as estatísticas não estão ali para serem seguidas a risca, estão ali para ser mais uma variável quando pensa a mão em curso, da mesma maneira que uma interpretação correta pode te levar a uma decisão lucrativa, interpretar de maneira errônea um determinado número pode fazer você ser bem deficitário.

Imagine que o HUD te diz que alguém tem 5% de 3-bet, se você não sabe o que esse número diz quando pensamos em range, como interage quando a 3-bet é feita de determinada posição e no caso de torneios o que diz naquela fase do torneio e com determinado stack, esse número só irá te atrapalhar, você irá interagir com ele de maneira ineficaz e irá tomar uma decisão errada.

E veja bem, pensar em range, em interação entre ranges, posição, fase do torneio e stacks não é pensar Poker? O número só está lá, como você interage com ele é que diz tudo, se você não jogar bem, não tem HUD que salve.

Um argumento contra, é que esses softwares são para uma pequena minoria e que a grande maioria dos jogadores não usa.

Alegar o desconhecimento em pleno 2015 é no mínimo conformismo. Se você recreativo acompanha outros jogadores no Instagram por exemplo, verá que a maioria das fotos do grind está lá o HUD, vai se interessar e pesquisar sobre. Pesquisando sobre você provavelmente caia nos fóruns, onde há áreas específicas para o assunto. Nas escolas de Poker, como no caso do CT SuperPoker  , há aulas de desde como instalar até como usar corretamente.

Um argumento sugerido pelo Daniel Negreanu no seu twitter é que o deposito médio é de $20, enquanto o software custa na casa de $100.

Ora, o depositante médio de $20, tem “bankroll” para jogar quais limites? Nl10 e olhe lá?

Nesses limites o uso do HUD é necessário? As pessoas que estão jogando ali, para bater aquele limite e subir o mais rápido possível para o próximo, realmente precisam? O jogo é técnico o suficiente para valer-se de tanta tecnologia? Creio que não, esses limites, por necessitarem de questões técnicas simples são facilmente batidos só com alguns princípios fundamentais. Usar o HUD nos micros e nanos stakes é como aquele amigo seu que na pelada de quarta feira leva um shorts com GPS para medir o desempenho.

Quando os limites sobem, mais o jogo é estudo e os detalhes fazem diferença, quem está subindo de limite está estudando os jogos em todas as instâncias, o cara que chega no topo ou chegou no topo antigamente tem que se adaptar. Imagina um jogador de futebol que se recusa a utilizar determinada tecnologia por que esse não é o futebol romântico que ele conheceu ?

O Messi é o Messi por causa de sua habilidade ou por causa da medicina esportiva? Obviamente a medicina esportiva ajuda no exercício da habilidade e não cria uma habilidade. Essa seria a analogia com o HUD.

Muita gente diz que o HUD finalmente vai eliminar os caras que jogam muitas mesas, aqueles regulares que jogam todos os torneios e graças aos numerozinhos podem explorar o recreativo. Mas será que é isso mesmo ? Esse regular além de utilizar as ferramentas, estuda e pensa o jogo, tem no HUD um auxílio para exercer seu B-game, seu A game é exercido na reta final quando está analisando a dinâmica com total foco, compreendendo e explorando cada jogador.

Agora imagina que se não podem usar o HUD, aquele mega multi tabling vai ficar inviável, vai ter que diminuir o número de mesas. Jogando 8 mesas, vai estar muito mais focado e não vai estar “clicking buttons”, estará exercendo muito mais seu A game e explorando os jogadores mais fracos.

Paradoxal não é?!

E junto com isso, esses grinders, terão que selecionar melhor os torneios, vão abrir mão daqueles que tem o garantido mais baixo. Com o tempo, já que menos jogadores procurarão aquele torneio, o garantido vai baixar ainda mais e o que necessariamente o recreativo busca ?! Torneios com garantidos altos!

Os torneios com garantidos altos terão mais regs focados, explorando mais os jogadores mais fracos desde o começo do jogo. O que acontecerá?! A lógica, os recreativos chegaram com menos frequência e vão tomar menos gosto ainda pelo jogo, raramente terão a sensação que ganham.

E já pensou nos SnGs de 180 pessoas? Os regulares não poderão fazer volume, diminuindo a quantidade de multi tablers, aumenta o tempo de espera para formar esse jogo, e qual a consequência para o recreativo?! Quanto mais demora para formar, menos ele se interessa. Se registrou, não formou em 5min, vai se desregistrar e se registrar em um jogo de pronta entrega, como o Spin and Go por exemplo. Ele quer jogo e não terá jogo.

No fundo o HUD faz com que os jogadores joguem mais mesas de maneira menos ótima e gerem mais trafego. Sem o HUD, teremos uma consequência de menos jogos sendo formados e regulares dando o melhor do seu A-game.

Se realmente vier essa proibição, não será o fim do mundo, quem usa é só se adaptar e voltar para quando não usava o HUD, utilizando artifícios para compensar, seja diminuindo as mesas, mudando os limites ou como deve ser, estudando mais.

A intenção da reflexão, é, será que o problema está realmente no HUD ou como as pessoas interagem com ele? Será ele realmente o criador dos problemas? Você não está perdendo em SnG de 3 dolares por que alguém usa HUD, isso é fato.

Será que o HUD realmente é o problema para o jogador que está na base da pirâmide?! Será que esse jogador que está na base da pirâmide não é mais impactado pelos 18bb/100 que paga de rake nos microlimits? Ou então os 8% de rake dos Spin And go?

A maior habilidade do jogador de Poker deve ser se adaptar as circunstâncias, seja ela qual for no futuro devemos nos adaptar. Se julgarmos essas mudanças ruins, temos o direito e o dever de reclamar, nunca devemos ficar passivos às imposições. Mas nunca será o fim do mundo, o jogo não nasceu assim e todos os braceletes e jogadores mais reconhecidos vieram sem HUD.

Devemos analisar esse cenário e tantos outros, como o das rewards, da regulamentação e entender como impactará no jogo em si. Como tudo, podemos ver o lado bom ou o lado ruim, o zumbi meio morto ou meio vivo. O que não podemos é ficar inertes. Quanto mais debatermos e conversarmos sobre os assuntos, mais estaremos preparados para a mudança que for.

 

Abraços,

Ban

Advertisements

10 thoughts on “E se dermos adeus para o HUD?

  1. A pergunta que precisa ser feita é: Jogadores que utilizam os HUDs são mais lucrativos do que os players que não usam? Se realmente for comprovado que os players que utilizam são mais vencedores, ai essa discussão vale a pena.

  2. Great post!!!

    Irei comentar aqui o mesmo já comentado na fã page do fcbk, que abriu a discussão:

    “Banir ou extinguir o HUD seria uma evolução do jogo ou uma involução?
    Minha opinião é que quem trabalhava com máquinas de escrever no passado teve que se adaptar com o advento da era da informática.
    E para quem advoga que o uso do HUD torna o jogo menos humano e mais robótico, não entende que o jogador (humano) precisa usar muito a cabeça para interpretar corretamente as stats, sem deixar de levar em consideração todos os elementos do jogo: posição/fase do jogo/stack/imagem/sobrevivência e etc.
    Mais nem todos podem adquirir um HUD, alguns podem pensar, o que tornaria injusto para aqueles! Espero que esses saibam que existem HUDs gratuitos que têm as mesmas funções básicas dos pagos.
    Creio que quem usa o HUD de FORMA CORRETA, pensa mais o jogo do que quem não usa. Então sim, caso aja o banimento ou extinção do mesmo, será uma involução no jogo!
    Na próxima vez irei datilografar meu comentário…”

  3. Great post!

    Irei comentar aqui o mesmo comentado na fã page do fcbk, que originou a discussão:

    “Banir ou extinguir o HUD seria uma evolução do jogo ou uma involução?
    Minha opinião é que quem trabalhava com máquinas de escrever no passado teve que se adaptar com o advento da era da informática.
    E para quem advoga que o uso do HUD torna o jogo menos humano e mais robótico, não entende que o jogador (humano) precisa usar muito a cabeça para interpretar corretamente as stats, sem deixar de levar em consideração todos os elementos do jogo: posição/fase do jogo/stack/imagem/sobrevivência e etc.
    Mais nem todos podem adquirir um HUD, alguns podem pensar, o que tornaria injusto para aqueles! Espero que esses saibam que existem HUDs gratuitos que têm as mesmas funções básicas dos pagos.
    Creio que quem usa o HUD de FORMA CORRETA, pensa mais o jogo do que quem não usa. Então sim, caso aja o banimento ou extinção do mesmo, será uma involução no jogo!
    Na próxima vez irei datilografar meu comentário…”

  4. “não formou em 5min, vai se desregistrar e se registrar em um jogo de pronta entrega, como o Spin and Go por exemplo. Ele quer jogo e não terá jogo” BINGO, eles não quererm mais jogadores, querem bingueiros, está claro isso!!!!!!!!!

  5. Caraca,

    Seu raciocínio foi lógico, percebi que você puxou um pouco pelo uso do HUD, e apesar de eu não usar, concordo com vc.

    Se proiborem o HUD, vai ter neguinho usando que pode usar ele em um segundo computador, algum jeito de burlar vai existir, mas o que eu mais acho interessante, são as fontes de estudos que o HUD oferece, cara você consegue analisar mais de 30fatores sobre o seu jogo, só explorando as estatísticas que o programa te oferece.

    Parabéns pelo post.

    Um abraço!

  6. Poker é um esporte onde a mente deveria ser valorizada, onde as informações necessárias para tomada de decisões deveriam ser baseadas naquilo que vc tem na memória aquilo que vc viveu em mãos anteriores, hud para estudo tudo bem, agora na hora do jogo isso desvirtua por completo a pecha de esporte da mente. SE não consegue jogar 20 mesas sem o hud diminua para 10, 8; mas garanto que continuarão tendo jogadores muito bons e que não dependem do hud que continuarão jogando 20 mesas e continuarão sendo lucrativos, pois ja eram antes desse boom de hud (caio pessagno por exemplo). No frigir dos ovos o hud nivela o jogador mediano e ruim a jogadores bons e muito bons, agora ele ainda é legal, então quem quiser que use, ja eu prefiro o exercicio do raciocinio, o exercicio da memória e valorizo muito mais um jogador que não usa e é muito bom àquele que ussa e é super lucrativo.

  7. Resumindo, o Ivan é 100% a favor do HUD. Facil ler essa jogada. Mas tem coisa interessante ai.
    O jogador começa a se interessar mais, pois ao ver as estatisticas, estuda e tenta entender oq elas representam.
    Mas como eu, um ex-jogador de online (raramente jogo hj em dia), acho que os HUDs, tem 2 pontos, algumas mãos jogadas se assemelham, afinal o volume online é imenso, assim as estatisticas e os estudos valeram. A outra é que se vc usa e se habitua a usar as estatiscas, vc pode ficar cego no live, afinal as distrações são grandes. Fale oq for de foco, no live é mto mais pesado, por isso o desgaste.
    Prefiro que seja usado pra estudo, não defendo o uso in-game, existem jogadores que jogam ô fino sem HUD, vc acaba disputando “pau a pau” com a pessoa sem, ou seja, além da habilidade, pois te encurta caminhos. Como vc mesmo disse, se não tem capacidade de jogar 12 telas, e precisa do HUD pra usar, que não use. Isso é “trapaça”
    Abraço
    CAssin tesão total

    1. Sou 50% a favor! Tanto que uso vez sim, vez não! O que quis expor é que o Hud talvez não seja o grande bicho papão! Por exemplo, uma das maiores alegações é que ele não é acessível a todos, e o uso indoor? Vão eliminar então todos os programas? Equilab, holdemresources, flopzilla, icmizer etc?
      Acho que essa discussão tem que ser ampliada a tudo e também às suas consequências!
      Abs e obrigado pela opinião!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s