Range

(Texto originalmente publicado na Revista Flop de dez/2014, sem a edição e correções do Ari Aguiar.)

Range é simplesmente aquilo que move o Poker.

O que Phil Ivey, Daniel Negreanu tem em comum?!

Eles são máquinas de colocar as pessoas em range e entender como um range interage com o outro. A primeira vez que lemos sobre, não entendemos muito bem o que é, apesar de ser comum “estabelecermos ranges” o dia todo em nossas vidas. 

Os profissionais citados, ao sentar em uma mesa de Poker, eles começam a estabelecer ranges para cada pessoa, como?! Eles sabem que o Poker é um jogo de pessoas, então eles começam a observar a tendência de cada um, se a pessoa é mais conservadora, mais agressiva, se é um jovem estudante pressionado pelo dinheiro ou um milionário de Macau. Junto com isso a cada nova mão se atentam às posições envolvidas, aquele jogador conservador está abrindo de posições iniciais?! O Agressivo está re-aumentando uma aposta de posições finais?! Tudo isso conta e é só o começo, eles analisam o stack, as conversas, prestam atenção em cada mão mesmo que não estejam participando, com a única finalidade de colocar as pessoas em um range, em outras palavras em um leque de mãos.

No começo tudo parece estranho, mal sabemos estabelecer um range para nós, abrimos muitas cartas de forma indutiva, sabemos que algo acompanhado de Ás, o famoso Ax, é bom, par então…. é melhor ainda!!! Dessa forma inconsciente vamos montando o nosso leque de cartas que estamos dispostos a jogar. Quando damos um passo rumo ao profissionalismo começamos a estudar a matemática por trás, o valor da nossa mão, é por isso que aquelas tabelas fazem tanto sucesso, elas mostram em forma de ranking o valor de cada mão. Quando amadores muitas vezes não sabemos a diferença entre aumentar uma especulativa como um TJs ou um par médio como o 66. 

Estudando você começa a perder esse medo de estabelecer um range, seja para você seja para o seu oponente.  Nos coachings a primeira coisa que gosto de fazer é mudar a forma de expressar, além de range de mãos, utilizo leque, gama ou conjunto de mãos, simples não?! Para primeiro passo é bem simples, mas para perder mais ainda desse pé atrás que temos imagine que é algo muito comum em nossas vidas.

Você sai de casa para comprar um tênis e você está disposto a pagar entre R$100 e R$200, ao chegar na loja o tênis custa R$400… você automaticamente pensa que está fora do seu orçamento, ou no caso range de valor que estava disposto a pagar!! Quando vai ter um jogo de futebol, se não for Brasil e Alemanha, você vai apostar com o seu amigo algum placar realístico, no seu palpite terá muito dos resultados comuns para o futebol, ou seja, 0x0, 1×0, 2×0, 3×0, 1×1, 1×2…. etc…. isso nada mais é que a faixa de gols que você acredita que pode acontecer, ou seja, range!

No caso do futebol, sem muito esforço, você já leva em consideração se o jogo é em casa ou fora, se tal atacante está lesionado ou não e a fase do time para estabelecer as chances de vitórias. No Poker não é diferente, você levará em conta as pessoas, as posições, o stack, o histórico, a fase do torneio, a estrutura do torneio… enfim…. sendo o Poker uma arte de informações incompletas, quanto mais informações conseguir coletar melhor será a sua tomada de decisão!

Conforme você estudar mais, verá que esse é só o primeiro passo de bebê na hora de pensar em range, mas é um passo fundamental. Não sei qual a sua profissão, mas você já faz isso o tempo todo! Então nas mesas de Poker busque esse mesmo raciocínio lógico, busque estabelecer padrões e entender pessoas, não perca nenhum showdown e desgrude de qualquer distração!

One thought on “Range

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s