deu eu!
deu eu!

Final de semana de curso mensal no QG Akkari Team e de reuniões importantes!

Nesses dias vamos acertar os detalhes da reta ao vivo, onde se tudo correr bem, teremos IPT, EPT, WSOP a pancada toda… a reta está demais, quando as passagens estiverem compradas eu posto os detalhes, muita coisa pode mudar ainda!

Falando em muita coisa pode mudar, decidi repaginar meu site e blog, até para pegar uma carona nessa vibe das viagens. Até lá estará novinho e no ar!

E como não podia ser diferente, preciso agradecer imensamente as mensagens que chegaram no meu aniversário, foram muitas!! E claro, na reta de ontem, que teve mesa final do $55, segundo lugar no $44 do full tilt e cravada no $11 com rebuys do PS, sem falar nas outras 4 mesas semi, com o perdão da palavra, caralhamos!! As mensagens no chat, twitter e facebook foram demais!!

O foco agora é estudo e muito grind e claro no que iremos cravar em San Remo!

Vamooooooooo

O bicho vai pegar no live!

Voaaaa

Booom dia!

 

Quarta feira animada, dia de grind online, aula do CT SuperPoker e rodada do Paulistão!

Na semana passada tivemos uma reunião bem legal lá no QG Akkari Team, decidimos montar uma reta de torneios ao vivo e ir para cima! Quem acompanha meu blog viu que no começo do ano tinha traçado como metas mais torneios ao vivo, então caiu como uma luva!

Em partes a reunião foi muito boa por que na grade tem IPT, EPT San Remo e Monte Carlo, além é claro da cereja do bolo que é Las Vegas com toda a World Series.  Estava em Foz fazendo a cobertura do BSOP quando recebi a planilha de torneios mas agora passada a euforia ( que foi bem grande) estou batendo as datas, estudando os torneios, vendo qual realmente vale à pena e qual não está incluso que deveria, além é claro de toda articulação de viagem, afinal, não é fácil dormir um dia em Cabreúva e acordar no outro em Nice  na França.

Agora é hora de pesar tudo e colocar a mão na massa!!

Vamos para a pancadaria do online que ali é que o longo prazo chega antes!

 

Boa sorte a todos os envolvidos no grind!

Meses em duas horas!

BSOP começou com tudo, a beira de quebrar recordes e eu nas transmissões de forma feliz não me lembro a quantidade que já fiz, lembro da primeira que ainda estava bastante nervoso.

Nunca escondi o quanto aprendi com o Vitão durante as transmissões, desde a primeira, lá no Master Minds 3, até as FT’s de EPT e PCA que duraram praticamente dias, seja o aprendizado na comunicação, nas histórias de jogo ou de vida.

Aqui no BSOP Foz estamos com um reforço, com o perdão do trocadilho, literalmente de peso que é o Vini Marques, um jogador que “desde pequenininho” admiro a valer. Primeiro que ele não só viu o Poker nascer no Brasil como quase que literalmente ajudou no parto, o time mais almejado para entrar ele foi um dos primeiros, criou os pilares do Akkari Team, se você quiser saber alguma história exótica de Poker, com certeza ele é o cara que vai te contar… em fim… apesar de todos os comentários, ele é o cara que dispensa comentários.

Em um dos segmentos houve um revezamento diferente, saiu Vitão e entrou Vini, uma transmissão com dois comentaristas!!! Aquele cara que tanto elogiei do jogo comentando as mãos junto comigo!!! Foi batata, em pouco menos de duas ou três mãos, já estávamos discutindo estratégias e tendências de longa data, citando Super System de Doyle Brunson e outros bibliografias do melhor do Poker. A naturalidade como o Vini falava sobre os assuntos, ranges, perfil de jogador, era diferente de tudo, como disse algumas vezes durante a transmissão, aquelas duas horas valeram muito mais do que muitos meses de estudo ou coaching, o cara realmente é fera e da forma fácil como ele fala até parece ser fácil!!

Esse BSOP em termos de conhecimento já valeu à pena, em termos de jogo a transmissão está bombando!

E algo bem legal na semana seguinte será o planejamento de Vegas!

Está quase tudo pronto!

 

Vamooooooooo

BSOP Foz!

Weeeeeeeeeeeeeeee
Weeeeeeeeeeeeeeee

E chegamos para mais um BSOP!!

Finalmente já que o último tinha sido lá em Janeiro e eu (felizmente) participei como jogador, até cheguei ao dia 2 mas não passei da casa dos 100 left, como o field era gigantesco, nem tudo foi #mimimi e foi ITM, um ótimo profit já que tinha entrado nas duas vagas por satélite!

Nesse BSOP aqui em Foz será um pouco diferente mas mais dentro da normalidade, estarei como comentarista pela Tv Poker Pro, casa que me abraçou quando eu estava começando e me deu oportunidades sem igual, além é claro de Victor Marques na narração estarei revezando as cornetadas nas jogadas com o monstro do jogo Vini Marques, além do inquestionável e elevado grau de conhecimento foi um dos primeiros Akkari Team, ídolo que tinha além de o ver nas transmissões sempre almejei ser companheiro de time.

Em uma das metas para esse ano coloquei adquirir mais experiência em lives, já joguei alguns e semana que vem terá CPH e nesse em que estarei no lado da TV irei certamente olhar de forma redobrada. Aceitei a primeira vez fazer transmissão por que sabia que seria um espaço de aprendizado mas de agora em diante será um espaço de aprendizado multiplicado, as análises nas mesas da Tv serão bastante focadas no que eu almejo para o futuro e quando o mestre Vini entrar no meu lugar ali estarei para aprender mais e mais. Para semana que vem vir CPH, na outra o online, na seguinte algum torneio ao vivo até chegarmos nos finalmentes em maio embarcando para Las Vegas onde será torneio para todos os lados, um volume não digno do online mas que com certeza será maior que o ano de muitos regulares!

Vamooooooooooo

Grind de sábado!

Que sábado de grind foi ontem!!

Acho que desde que entrei para o Akkari/Steal Team nunca tinha grindado de sábado, era sempre a folga para curtir para a família e descansar para o dia mais importante da semana.

Ontem foi um caso atípico, está rolando o curso semestral aqui no QG e decidimos fazer uma reta nós jogadores, Padilha, Headao, Culica e Rafa, para que quando acabasse a parte teórica eles chegassem aqui no Qg prontos para verem nós chegando em retas finais e mostrarmos na prática o que acontecia!

Felizmente depois de muito volume os resultados começaram a aparecer, uma mesa final no Full Tilt no meio do dia para animar, deep run no The Big $55 e apesar do jogo não ter encaixado nos Bigs 109 e Hot 75 fiquei muito contente.

Aos poucos as telas foram diminuindo e os resultados aparecendo, estava em duas mesas semi finais, uma do $11 7500 GTD e outra do $11 1R1A, além de gigante na reta final do Big $27.5.

As duas mesas finais chegaram e em uma delas estava com o parceiro de time e meu professor Pedro Padilha. Estava uma pedreira jogar com ele na canhota, mas depois de shovar um A7 encontramos um 77 e GG em terceiro, no outro torneio a medalha também foi de bronze, sobrou focar no Big $27.5!

Assim fizemos,o field foi afunilando, passamos pela mesa semi, pela bolha da mesa final e lá estavamos entre os 9 restantantes. Havia uma verdadeira desigualdade social na mesa final, um jogador com 100bbs+ e todo o resto na casa dos 17bbs, nossa meta era crescer o quanto antes, para poder jogar pós flop contra o Chip Leader agressivo, tempo vai, algumas eliminações aconteceram e caímos em 5th lugar após um AK vs KT, não é das melhoras situações para se perder esse 70-30 mas segue o baile e só temos a agradecer pelo ótima session.

4 mesas final, 2 bronzes, sendo uma delas em um field gigantesco que é de The Big.

Hoje domingão que seria de muitas telas será um pouco diferente, acompanhar o grind dos cursos do aluno semestral e recuperar as baterias que uma gripe está tentando nos pegar!

Ótimo domingo todo mundo!

Os dois lados do Poker no mesmo dia!

paradoxo

 

Tenho que confessar que os planos para o post de hoje eram totalmente outros, estava pensando entre dar alguma dica sobre o jogo pré flop ou falar sobre o curso semestral mas o dia de grind mudou totalmente isso.

Mesmo mega gripado tentei manter a disciplina e joguei um tênis hoje contra o Alex, melhorei o fundamento saque mas ainda estou com problemas na devolução, feito o exercício matinal vim para o grind, nada como uma aspirina para dar jeito nos espirros, aquela gripe que não bate nem sai de cima.

Telas … telas… e muitas telas depois….

Dia que começa com deeprun em torneio turbo não pode ser ruim, cheguei longe naquele $5+R 2x turbo, longe também em um $5,4, apesar de não render FT em nenhum com certeza interfere no psicológico, para melhor é claro!

Logo logo a hora que vi estava com várias deepruns, mesa semi final do $21 Super KO e grande no 8R1A… mãos vão, mãos vem e puft, bolhamos a mesa final do $21!!

Essa foi a primeira bolha do dia, fechei a mesa, não tiltei nem nada, faz tempo que trabalho esse lado, isso foi mega importante por que estava na mesa semi final do $8,8 1R1A com 10k GTD! E nesse torneio um cooler nos deixou muito bem e chegamos na FT gigantescos, fiz uma excelente mesa final, aproveitei os spots, fui crescendo colocando pressão nos stacks médios, ao chegar no HU fizemos um deal honesto 50-50 com um brasileiro gente boa, aluno do CT SuperPoker por sinal!

Acabado o HU era hora de abrir mais mesa, ir para a pancadaria e quando vi estava em reta no Big $55, escuto um monte desse torneio desde sempre, principalmente nos ensinamentos de Crespo e Padilha. Ficamos gigantes, oponente por oponente foram sendo eliminados, até que 20 left, com um stack acima da média, acontece a fatídica mão :

http://www.boomplayer.com/en/poker-hands/Boom/7934618_D445EF917E

A jogada correta, na hora correta e um mega torneio desse escorrido pelos dedos, foi aquela sensação de perder um primo distante, senti algo parecido com quando cai na FT do big $11 mas um pouco menos dolorido por já estar mais calejado.

Vivi os dois opostos no mesmo dia, a felicidade de cravar um torneio e a tristeza de uma bad beat na hora decisiva, felizmente meu psicológico está cada vez melhor, da mesma maneira que a euforia da cravada não alterou como eu joguei as mãos seguintes, o triste de cair dessa forma só me deu mais motivação para estudar… estudar e estudar mais e claro, grindar, grindar e grindar mais!

Segue o baile e vamos para a próxima!

Micro Million$!

MM!
MM!

Hoje começa o Micro Millions!

Série do PokerStars que atende a todos os buyins e estilos de jogos, já que tem até evento de Badugi!

O field é aquele sonho, por ter milhares e milhares de pessoas a quantidade de perdidos que mal sabem para onde corre o baralho é enorme mas temos que ficar espertos, por ter esse mundo de gente a variância é naturalmente maior, é grande a quantidade de vezes que precisamos passar por testes de 60-40, flips… os spots de riscos são muito mais comuns do que em fields curtos.

A palavra chave para esses torneios gigantescos é PACIÊNCIA, onde só neles a gente vê aqueles blinds 350k/700k, jogar estágio por estágio, as ferramentas que cada stack e posição nos proporciona.

Por o buyin não ser dos mais altos não tem aquela pressão do buyin, então não adianta querer apertar a galera né ?! Ninguém vai foldar nada rsrsrs

Mas quando chegarmos na mesa final é outra história né?! Agora sim é a hora de apertar os parceiros, vão ver que investiram $2,2 e já está pagando $6500… com payjump que talvez nunca viram antes…

Boa sorte à todos os envolvidos e vamos para os panos!!