Um pouco sobre HUD.

 

Estamos no meio de mais um curso aqui no QG Akkari Team, o oitavo e último do ano. Sempre que tem um break e vamos conversar com os alunos alguns questões são unânimes, as mesmas perguntas aconteceram no primeiro, terceiro, em todos os cursos e breaks.

Hoje vou falar bem por cima de uma delas que é o uso do HUD (Holdem Maneger / Poker Tracker ), as perguntas mais recorrentes são, quase que nessa ordem:

– Devo usar?
– Quais stats usar?
– É possível jogar MTT sem usar HUD?
Vale lembrar que o que falamos é sobre MTT e muito eu aprendi por experiência própria, ninguém chegou e me contou ou disse que disse. Comecei a jogar SnG’s e em grande volume, por session de longuíssimas horas – como gosto a valer. O HUD era algo que sem provavelmente eu não seria um jogador lucrativo, talvez eu nem conseguisse sentar na mesa estava condicionado ao pfr / vpip de uma forma sem igual. A minha transição quase que definitiva para os torneios aconteceu quando entrei para o Akkari Team, lá em 2012, e uma das coisas que lembro e muito de quando entrei era justamente as perguntas “Sério mesmo que o Akkari não usa HUD ?”, “Quais Stats o Padilha prefere?!”, e poootz para a minha surpresa, quando fui para o QG a primeira vez lá no Tatuapé ainda foi que eles não usavam nenhuma, quase que entrei em choque rs., quando descobri que o Pessagno com todo o volume do jogo e resultados também não usava descobri que algo de errado tinha e fui atrás das razões e motivos.

O consenso é que o uso do HUD prejudica você ter uma análise “sua” do que está acontecendo na mesa, é você ser forçado a pensar o que está acontecendo na mesa e na pancada você desenvolver aquilo que algumas pessoas chamam de “feeling”. Você está tão condicionado a prestar atenção na mesa que você não precisa de um programa te dizendo que tem um jogador 6/6 e outro 37/35… você de tanto jogar, prestar atenção e buscar a dinâmica, entende quem é o nit da mesa, quem é o maníaco. Junto com a sua leitura que está desenvolvendo vai criar outra ferramenta que mata o joguinho, vai fazer mais notes, as notes serão pessoais e de acordo com a sua leitura, acabou aquilo de ‘piloto automático” você vai começar a pensar o jogo, mapear o seu adversário e realmente começar a jogar poker, em pouco tempo não vai mais depender do HUD. É claro que para isso talvez você precise diminuir o número de mesas, mudar um pouco o avg bi, mas depois que se acostumar vai realmente matar o joguinho de uma forma muito mais positiva e lucrativa.

Isso tudo não quer dizer que seja ruim o uso do HUD, mas para MTT no próximo post vou dar mais detalhes do por que é tão importante essa leitura “pessoal” sua, o que nesse aspecto difere o HUD em MTT, SNG e Cash Game. Conheço excelentes jogadores que usam o HUD, como Headão e Cresp0, porém esses jogadores já desenvolveram e maximizaram a leitura da mesa, eles não dependem do HUD para saber o que está acontecendo e usam apenas como ferramenta auxiliar, como um background e não como ferramenta “essencial” como era o meu problema no começo e é o de muitos que estão começando.

Abraços,
Ban

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s